Parque Tecnológico de Belo Horizonte

Compartilhe

Abrangência: Bairros e Loteamentos

Classificação: Urbanização

CONCURSO PARA PARQUE TECNOLÓGICO DE BELO HORIZONTE

  • Vitrine

    Caracterização do terreno

    1 de 4

  • Vitrine

    Zoneamento proposto

    2 de 4

  • Vitrine

    Ante-projeto de ocupação

    3 de 4

  • Vitrine

    Zona de Encontros

    4 de 4

O principal desafio encontrado para o desenvolvimento do Plano Diretor do Parque Tecnológico de Belo Horizonte foi organizar um extenso e complexo programa solicitado para as atividades do Parque num sítio que apresenta restrições do ponto de vista ambiental. Ficou claro o contraponto existente no terreno: uma área alta e seca com vegetação do cerrado e uma área baixa, úmida de várzea. Nos fez pensar em Guimarães Rosa: Grande Sertão – Veredas...

O contraponto também existe entre a preservação ambiental e o investimento em tecnologias de ponta. Contraponto como numa melodia formada por elementos contrastantes associados de maneira harmônica, única, diferenciada, de destaque na polifonia da cidade. É um elemento da própria vida, que busca sua representação, sua expressão no espaço antrópico. Valer-se das diferenças, salientá-las em alguns momentos, criar a harmonia. Essa é a riqueza desse projeto.

O concurso solicita, primordialmente, uma proposta de uso do solo. O novo zoneamento proposto possibilita a preservação de duas áreas com características distintas: uma área molhada agregando o córrego, suas margens e o brejo e outra com a vegetação de cerrado. Com isso teremos na área do projeto dois setores de preservação que denominamos: Grande Sertão e Veredas, numa homenagem a Guimarães Rosa.

Dessa maneira, a Zona de Pesquisa e Desenvolvimento - ZPD e a Zona de Encontros - ZE formam uma faixa central que divide as áreas de preservação, pensadas aqui como objeto de pesquisa e desenvolvimento tecnológicos voltados para a biomedicina, cosmética, materiais e meio ambiente, sendo a preservação ambiental um item de tecnologia de ponta a ser desenvolvido no Brasil.