Praia do Rio Verde

Compartilhe

Abrangência: Bairros e Loteamentos

Classificação: Urbanização

LOTEAMENTO FAZENDA PRAIA DO RIO VERDE

  • Vitrine

    implantação

    1 de 5

  • Vitrine

    Estudo preliminar

    2 de 5

  • Vitrine

    Estudo preliminar

    3 de 5

  • Vitrine

    Praia do Rio Verde

    4 de 5

  • Vitrine

    Praia do Rio Verde

    5 de 5

O proprietário da vasta área de praia no sul do Estado de São Paulo, aos pés da mata e serra da Juréia e Itatins, desejava um projeto de desenvolvimento turístico que mantivesse intacta a área natural da desembocadura do Rio Verde, assim como outros promontórios de vegetação luxuriante. O projeto desenvolvia-se na área de praia, com prédios de apartamentos de alturas diversas, em zonas de baixa e média densidade, criando-se ainda clubes, hotéis, áreas recreativas e pequeno comércio de suporte. No caminho para este conjunto praiano localizamos uma zona habitacional para os trabalhadores e pessoal ligado ao setor de turismo, dotado das características urbanas de uma pequena cidade completa. O restante da gleba foi reservado a atividades rurais, pois já apresentava início de agricultura familiar de pequeno porte.

A gleba e o projeto do Rio Verde não abrangiam a vasta área de mata natural que, a partir desta faixa costeira, sobe pela Serra do Mar. O projeto não prosperou. Posteriormente a área foi anexada à gleba tombada para criar a APA de Juréia-Itatins.