Diálogos impertinentes

Compartilhe

Categoria: Entrevistas

O arquiteto e urbanista Jorge Wilheim e a filósofa Olgária Matos se encontraram em 1997 para debater “O Urbano” como um território de possibilidades. A interessante conversa teve como palco o programa Diálogos Impertinentes, da TV PUC, com apresentação do filósofo Mario Sergio Cortella e mediação do poeta Nelson Ascher.

Os convidados, em suas falas, mostram que ver a cidade, pensá-la ou estudá-la significa mergulhar no que o homem pensa de si mesmo. E, também, no modo que o ser humano escolheu para relacionar-se com o outro. "O problema da urbanidade e da afabilidade é um problema do trato entre as pessoas", disse Wilheim. Para ele, "a cidade é, antes de mais nada, a concretude física de um ponto de encontro. Dizer que a cidade, ao passar de um certo tamanho, fica fatalmente ruim... eu não creio nisso".

Em outro vídeo, Wilheim fala sobre sua relação com a cidade de São Paulo, defende o espaço público e comenta a lei cidade limpa.

Confira os vídeos:

Diálogos Impertinentes - TV PUC - O URBANO 

Jorge Wilheim fala sobre a urbanização de São Paulo (2011)

Fonte complementar: Folha de S.Paulo

COMENTÁRIOS