São Paulo tem jeito? Um balanço do Plano Diretor e os rumos da capital paulista

Compartilhe

Categoria: Entrevistas

Em fevereiro de 2013, Jorge Wilheim participou pela última vez do programa Roda Viva, da TV Cultura, para discutir as perspectivas para o novo Plano Diretor de São Paulo a partir de um balanço do último PD, de 2002, aprovado durante sua gestão na Secretaria de Planejamento da capital paulista.

Participaram da entrevista o jornalista Mario Sergio Conti, à frente do programa; a urbanista e professora da FAU-USP, Raquel Rolnik; Vladimir Safatle, filósofo e professor da FFLCH-USP; Luciana Garbin, editora no jornal O Estado de S. Paulo; Fabiola Cidral, âncora do programa CBN São Paulo; e Evandro Spinelli, repórter do jornal Folha de S.Paulo.

O debate abordou as possíveis soluções para o transporte em São Paulo; a lógica e o poder do mercado imobiliário frente ao Plano Diretor; o peso da conjuntura social e política nos rumos das cidades; a importância dos rios na integração urbana; os condomínios fechados como equívocos urbanísticos; a qualidade estética da arquitetura brasileira hoje; as operações urbanas, os planos de bairro, a recuperação da região central, entre outros assuntos.

Por ocasião do lançamento do livro São Paulo: Uma Interpretação (Editora Senac), Wilheim, com sua visão apaixonada por São Paulo e seu peculiar otimismo, discutiu os problemas e soluções da capital paulista numa entrevista à TV Estadão em 2011 e aproveitou para comentar sobre seu primeiro livro: São Paulo Metrópole 65 (Difusão Européia do Livro, 1965) [esgotado].

Confira os vídeos das duas entrevistas:

Jorge Wilheim no Roda Viva em 2013 (Fonte: TV Cultura)

São Paulo tem jeito? O urbanista Jorge Wilheim garante que sim (Fonte: TV Estadão)

Encontre mais reflexões de Jorge Wilheim sobre a formação da capital paulista e seus desafios urbanísticos no livro São Paulo: Uma Interpretação (Editora Senac, 2011).

Amazon

Livraria da Travessa

Saraiva

Martins Fontes

Livraria Cultura (indisponível)

COMENTÁRIOS